RSS

Arquivo da tag: Cadus

Nieto Senetiner. Uma grande pequena bodega.

Dando continuidade a nossa incrível rotina de visitas à vinícolas em Mendoza, chegamos ao último dia de degustações, com duas visitas ainda por ocorrer. Na parte da manhã fomos conhecer a Bodega Nieto Senetiner.  Com fundação datada de 1888, está localizada na região de Lujan de Cuyo, Vistalba. A Vinícola se desenvolveu por diferentes mãos familiares durante a primeira década do século passado. No ano de 1969 foi adquirida pela família Nieto Senetiner que amplia suas instalações dando início a uma nova etapa de crescimento e, em 1998, passa a formar parte do grupo de negócios agroalimentar Molinos de la Plata.

Passado...

...e Presente em perfeita harmonia na Nieto Senetiner.

Diferentemente das outras vinícolas que visitamos, a maior parte de sua produção fica no mercado interno, quase 65% do total. No mercado de exportação os principais mercados da Nieto são Brasil, EUA e Peru.

Os dois enólogos da Nieto são Roberto Gonzalez, responsável pelas linhas Premium, e Jorge Meleiro, responsável pelas grandes produções. Nesta planta que visitamos em Vistalba são vinificadas as linhas Premium Don Nicanor e Cadus. A Bodega trabalha com piletas de vinificação de concreto de 22 a 150 mil litros, num total de 65 unidades. A sala de barricas possui quase 700 unidades para a linha Cadus.

Dessa sala de barricas sai o afamado Cadus - onipresente ícone nas cartas de vinhos pelo Brasil.

Próximo à Bodega existem vinhas de Malbec que datam de 1916, (mais de cem anos!!!!) que ainda estão em plena produção e servem a linha Cadus. Também vimos alguns vinhedos em Parrais (latada) de Syrah com quase 60 anos de idade.

Vinhas de mais de 100 anos e...

...uma paisagem dessas de pano de fundo. Precisa de mais alguma coisa?

Fomos recepcionados na Nieto, para nossa surpresa, por um brasileiro: Marcelo Molina, de Goiânia, que já trabalha como sommelier na Bodega há quase 7 anos. Apesar de não termos tido nenhum problema com a língua espanhola nas outras visitas é sempre interessante ver esta preocupação da Vinícola em ter alguém falando português para recepcionar seus convidados.

E não é que o sommelier era Goiano??

Depois de um passeio pelas instalações da Nieto, que, apesar de ter uma linha ampla de rótulos e uma produção interessante, é uma vinícola pequena, com instalações modernas mas rústicas, um conceito muito interessante, partimos para uma degustação técnica. Marcelo já havia deixado a sala de degustação preparada com os vinhos previamente selecionados.

Que tal a seleção? Veja as impressões dos Winefreaks para cada um dos vinhos logo abaixo.

Nieto Senetiner Rose 2010. Uma proposta diferente, este é um Rose envelhecido em barricas de Acácia, um Rose bem elaborado com aromas florais e morangos frescos, média intensidade. Na boca confirma seu frescor, com uma acidez refrescante, um vinho para um final de tarde quente antes do jantar.

Don Nicanor Viognier / Chardonnay 2010. Lindo branco, aromas untuosos de baunilha e maçã com toques florais. Na boca esta untuosidade se faz presente com bom volume, um branco amplo mas com uma acidez muito gostosa. Um daqueles vinhos para se tomar com um belo prato ou sozinho.

Emília Nieto Senetiner Malbec 2011. Umas das linhas de entrada, este vinho ainda não está no mercado brasileiro, mas deve chegar em breve. A proposta da vinícola aqui é um vinho de entrada, fácil, sem carvalho e com muita fruta presente. Conseguiram. Um tinto leve mas muito agradável, aromas discretos mas francos de frutas vermelhas. Na boca rápido, muita fruta, acidez gostosa, um vinho para se tomar um pouco mais fresco na temperatura, tem tudo para fazer sucesso quando chegar por nossas bandas.

Nieto DOC Malbec 2010. Este tinto já está no Brasil e faz muito sucesso. A Nieto é uma das poucas Vinícolas argentinas que podem utilizar a denominação DOC ( Denominação de Origem Controlada) para seu Malbec, as outra três são: Norton, Luigi Bosca e Lagarde. Se voce encontrar vinhos DOC argentinos Malbec de outra Bodega desconfie!! Este é um belo tinto com 12 meses de carvalho francês, rubi na coloração, com aromas de frutas negras, compota, toques de chocolate. Na boca bela estrutura, com bom equilíbrio álcool / acidez. Final de boca marcante.

Don Nicanor Barrel Select Malbec 2009. Este é outro lançamento da Nieto que ainda não conhecíamos, passa 18 meses por roble francês. Que belo caldo, negro na taça, aromas complexos e marcantes, chocolate amargo, cacau tostado, especiarias. Na boca elegantíssimo, grande pegada. Seu carvalho em perfeito equilíbrio, final de boca muito longo. Para mim um dos melhores do dia.

Cadus Grand Vin 2008. 50% Malbec / 30% Cabernet Sauvignon / 20% Bonarda. Crianza de 12 meses em carvalho francês novo. Um tinto negro na taça, velado, nariz muito exótico, notas de frutas negras cozidas e tabaco, nota-se um aporte herbáceo da Cabernet e Bonarda, intenso e persistente. Após alguns minutos de aeração abrem-se aromas de especiarias. Na boca potente, apresenta uma certa adstringência de uma pimenta preta, mas muito agradável. Seu carvalho está muito bem trabalhado com um final de boca muito longo, taninos macios.

Após a degustação passamos para um almoço harmonizado com os mesmos vinhos da degustação. A Nieto possui um belo restaurante em suas instalações, com poucos lugares, 30, e atendem somente mediante reserva. Uma boa dica para quem for passar uns dias em Mendoza.

Os Winefreaks acompanhados dos mais antigos vinhos da casa...só um brazuca pra correr esse risco conosco!!!

Nossos agradecimentos pela recepção, cordialidade e profissionalismo de Marcelo que nos acompanhou pela visita. Os vinhos da Nieto podem ser encontrados no Brasil através da importadora Casa Flora / Porto a Porto.

 
5 Comentários

Publicado por em 15 de fevereiro de 2012 em Dicas, Notícias, Novidades, Técnicas e conceitos

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

As estrelas da noite Vinho e Cinema – Gramado – RS

As estrelas da noite Vinho e Cinema - Gramado - RS enfileiradas

 

 
2 Comentários

Publicado por em 25 de outubro de 2011 em Dicas, Notícias

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vinho e Cinema em perfeita harmonia em Gramado – RS

Na última quinta-feira, 20 de outubro, alguns dos winefreaks participaram de um evento muito interessante organizado pela importadora Porto a Porto, a Casa Flora e a Enoteca San Tao. Nele, o jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello apresentou grandes vinhos de diversas castas e nacionalidades e procurou relacioná-las como estrelas de cinema, além de apresentar um pouco do que já foi produzido sobre vinhos em filmes e documentários.

Da esquerda para direita, o Sommelier e Winefreak Cristiano Ribeiro, o Gerente da Porto a Porto Hugo Sola Jr. e o Palestrante Marcelo Copello.

O jantar temático foi uma forma muito interesante de promover grandes vinhos em um clima muito leve e sem a pompa que um evento padrão de degustação possui.  Fomos recebidos logo no hall de entrada com uma Cava Don Román, feita das uvas Macabeo, ParelladaXarello, com uma bela cor palha com reflexos dourados e o tipo de perlage abundante que tanto me atrai em um bom espumante…aromas de frutas citricas como pêra e abacaxi preparavam-nos para a bela acidez de boca com alguma untuosidade e um final cítrico e frutado com boa persistência.

Enquanto Marcelo mostrava os atores e diretores que estavam envolvidos com o mundo dos vinhos, como Copolla e Gerard Depardieu, recebemos um belo Chardonnay americano, o Ironstone Reserve 2009 – que foi muito bem harmonizado com uma salada de folhas verdes com lascas de Grana Padano aromatizado com ervas de Provance. Podemos realemente enquadrá-lo como um clássico Chardonnay da Califórnia, apresentando aromas minerais extremamente marcantes, além de uma gama de frutas tropicais e um fundo de caramelo e manteiga…realmente me conquistou!!! Na boca mantém aquela untuosidade e o frutado,com ótimo retro-gosto e boa persistência.

Mesclum de verdes com Gran Padano acompanhado de um belo Chardonnay

Daí pra frente só tivemos boas novas…Juntamente com a chegada do segundo prato, um Robalo com crosta crocante de castanhas de cajú, manteiga de alcaparras e um delicioso purê de mandioquinha, recebemos um Pinot Noir da Nova Zelândia muito interessante – o One Tree – 2008 de Central Otago com uma bela cor rubi, muito brilhante, com aroma de frutas vermelhas in natura ( eu e o Jonas encontramos moranguinhos e algo como amoras ainda meio maduras) com um toque muito sutil de ervas e flores. Na boca presentou um corpo condizente com a uva, boa acidez e taninos bem delicados, reforçando sobretudo as frutas no retrogosto. Boa pedida para pratos leves e para o calor que está por vir…

Robalo com crosta de Castanhas e purê de mandioquinha muito bem acompanhado pelos vinhos

Entre os pratos chegou o Chateau Haura – 2005 , um Bordeaux de incrível custo x benefício que não deixa nada a desejar aos vinhos da região muito mais caros…de coloração rubi, deliciosos aroma frutado muito integrado com a madeira tostada no ponto que só os grandes vinhos do velho mundo possuem e um discreto café de fundo. O corte parece ter um toque muito interessante da uva Merlot, resultado mostra claramente a mão do renomado Pierre Dubourdieu, produtor destacado na região de Graves. Na boca tem taninos macios e muito delicados da Cabernet sauvignon e o corpo dado pela Merlot. Retrogosto com acidez muito interessante e fruta. Venceu como o mais elegante da noite…vou comprar algumas garrafas!!! Tem 12,5% de álcool.

A mesa brilhando com as estrelas da Degustação da Porto a Porto e Casa Flora em Gramado-RS

Daí pra frente somente Blockbusters…nada menos que um Marquês de Tomares Reserva – 2005 advindo de belas garrafas Magnun de 1,5 litros…para muitos (não para os winefreaks…) o grande vinho da noite. De cor rubi muito intensa (aquela cor de telha novinha nos refexos…) Seus aromas são complexos e intensos, com muita fruta em compota, especiaria, notas animais (colaboração do Jonas)  e baunilha. Na boca um tijolão!!! Se mostra bastante complexo, com ótimos taninos e reforço das impressões de frutas maduras combinadas com um fundo tostado típico…Possui grande persistência na boca…

Para saber mais: Vinhedos com mais de 25 anos. Produção máxima de 5.000 kg por hectare. Uvas 100% desengaçadas. 30 dias de maceração, com duas remontagens diárias com 1 hora de duração cada. Estágio de 24 meses em barricas de carvalho americano, com trasfegas a cada 6 meses. Descanço de 24 meses na garrafa (mínimo) antes da comercialização. Tempranillo (85%), Mazuelo (10%), Graciano (5%) Malbec

Todos os vinhos tranquilos da noite juntamente com o Filé com Risoto de Funghy Porcinni

O último tinto tranquilo foi o nervoso Cadus 2007 – somente o preferido de Parker entre os vinhos argentinos – direto de Luján de Cuyo – Mendoza, o vinho da uva Malbec, que espera 24 meses em barricas novas de carvalho françês não decepcionou os mais de 30 empresários presentes. De cor rubi mais que intenso com reflexos violáceos, aromas muito encorpados de frutas escuras, com baunilha e tostados, na boca, uma pancada…muito corpo, frutas muito maduras num retrogosto incrível, boa acidez, taninos extremamente finos com final harmônico de muuuita persistência…matador!!! Somente 15,5% de alcool…Harmonizou como uma luva com o Tournedor de filé com risoto de funghy porcinni…

Esse carrinho eu queria todo dia lá em casa!!!!

Pra fechar…e olha que nós já estávamos nos entregando!!! Um Madeira Justinos 10 anos para acompanhar o brownie diferente de amêndoas folhadas ao sorvete de baunilha negra…Combinação incrível de doçura e mineralidade…recomendo aos novatos e conhecedores!!!

Depois de tantos vinhos e comidas incríveis o gran finale vem com a sobremesa e o Madeira.

Ficam aqui nossos agradecimentos pelo convite ilustrados pela foto do Chef da noite com o Cris…Saúde!!!

 
4 Comentários

Publicado por em 24 de outubro de 2011 em Dicas, Notícias, Novidades

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Confesso que bebi com o Winefreaks – Happy Hour (Argentina) 04/10

Da esquerda para direita: Clos de Los Siete 2009 (Mendoza- AR), Don Giovannni Nature (Bento Gonçalves - BR) e Caduz 2008 (Mendoza - AR),

 

 
4 Comentários

Publicado por em 6 de outubro de 2011 em Bobagens

 

Tags: , , , , , , ,

  •  
    %d blogueiros gostam disto: