RSS

Arquivo da tag: Casa Valduga

Vinhos Nacionais Bem na Foto Parte 1

É comum e até tolerável quando um iniciante no mundo dos vinhos diga, OS VINHOS IMPORTADOS SÃO OS MELHORES. Nem sempre, caros amigos, nem sempre.

A cada ano que passa as Vinícolas brasileiras estão melhorando seu desempenho desde o plantio, colheita, fabricação e finalmente em degustações que acontecem mundo afora.

Hoje vamos citar estes exemplos:

* Casa Valduga Gran Reserva 2007 Cabernet Sauvignon, em torno de 70,00 na Vinícola.

Este Vinho ficou 12 meses em barricas de Carvalho francês e em seguida mais 6 meses na cave climatizada. Com 13% de graduação pode acompanhar carnes assadas ou massas com molhos fortes.

* Lidio Carraro Singular 2008 Teroldego, entre 130,00 e 150,00 na Vinícola.

O nome já diz tudo, SINGULAR ( ÚNICO ) apenas 4.200 garrafas foram produzidas e já esta no fim ( a garrafa da foto é a numero 909 ). Com 14% de graduação vai bem com uma bela costela de gado ou paleta de cordeiro.

* Salton 100 anos 2008 50% Cabernet Sauvignon 40% Merlot e 10% Cabernet Franc entre 70,00 e 100,00 nas casas especializadas.

Vinho complexo e estruturado, criado para ser um marco na história da Salton ( e esta conseguindo ), ainda vai evoluir na garrafa por mais 6 a 8 anos.

* Marco Luigi Grande Reserva Cabernet Sauvignon 2006, entre 55,00 e 75,00 os poucos que restam.

Elaborado com rigoroso controle de temperatura, permaneceu 20 meses em barricas de carvalho e 6 meses deitado nas Caves. Apenas 5.000 garrafas foram a mercado e poucas estão disponíveis.

Eles merecem nosso respeito

 
2 Comentários

Publicado por em 10 de novembro de 2011 em Dicas

 

Tags: , , ,

Confesso que bebi no restaurante da Casa Valduga…Mundus Portugal Reserva 2008

O Mundus Portugal Reserva é um vinho produzido pela vinícola brasileira Casa Valduga em território português (Alentejo), combinação de Syrah, Aragonês e Alicante, com uma cor granada, com reflexos violetas, um aroma claro de frutas vermelhas já muito maduras (lembrando uma compota), um fundinho de tostado e de especiarias…na boca, fica evidente o sabor das frutas maduras, com corpo médio, taninos na medida e um final bastante elegante.

Combinou muito bem com o Risoto de Bacalhau do segundo prato e também com a codorna em molho arrosto, com lentilhas e feijão branco servidos no restaurante da Casa Valduga no Vale dos Vinhedos – RS.

Recomendo à todos!!!!

 
1 comentário

Publicado por em 17 de outubro de 2011 em Dicas, Notícias

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Sugestões para um encontro a dois!!!

O casal com sua pequena...hoje tem jantar à dois!!!

Meu amigo Felipe Carrara acaba de solicitar uma ajuda para escolher alguns vinhos para um encontro à dois com sua esposa. O menu será composto de uma bela tábua de frios e de brusquetas à moda do Carrara. Ele (e a torcida do Galo e do Palmeiras) quer escolhas boas para o paladar e para o bolso…portanto vamos buscar os vinhos que tiverem as melhores relações custo x benefício.

Como ele já indicou o local em que pretende comprar os vinhos (a Super Agega em Brasília-DF), vamos procurar orientá-lo com o que pudemos verificar pelo site.

Minha sugestão é começar os trabalhos com uma espumante (as brasileiras em geral são muito boas e acessíveis). Minhas sugestões:

Brut 130 – Casa Valduga

Castas: Chadonnay e Pinot Noir

Vale dos Vinhedos, Brasil

Espumante elaborado pelo método tradicional, límpido e brilhante, de coloração dourada e belo perlage. Com bouquet elegante e intenso de frutas secas, amêndoas e um leve tostado. Em boca é persistente e cremoso.

Preço na Super Adega: R$ 49,90

 

Dal Pizzol Brut Champenoise

Castas Chardonnay, Pinot Noir e Sylvaner

Bento Gonçalves – Rio Grande do Sul

Feita pelo método Champenoise tem cor amarelo palha claro e brilhante com reflexos dourados. Perlage boa, no tamanho, abundância e persistência.

Aromas de frescor, nozes, frutas cristalizadas, brioche e toques florais. Paladar de bom corpo e acidez presente, onde a cremosidade se destaca.

Preço na Super Adega: R$ 45,90

Para acompanhar as brusquetas, vou dar uma dica clásica e uma sugestão um pouco mais ousada…na clássica, vamos procurar um representante italiano (que, apesar de não saber quais os recheios…deve cair muito bem com um vinho de Sangiovese) e na ousada, vou buscar inovar sugerindo uma cepa autoctone da África do Sul que é sempre bem avaliada pela mulheres..

Sugestão Clássica: Cecchi Chianti Classico 2006

País: Itália
Região: Toscana
Grad. Alcóolica: 13,3
Cor: Vermelho rubi intenso com reflexos granada.
Aroma: Rico, vivo e intenso com notas marcantes de eucalipto em seu final.
Uva: Sangiovese 90% e Canaiolo e Colorino Toscano 10%.
Sabor: Harmonioso, com paladar cheio e taninos ricos.
Temperatura – Serviço: 16/18 Graus.

Preço na Super Adega: R$ 56,90

Sugestão ousada: Fleur Du Cap Pinotage

Região: Stellenbosch
Variedades: Pinotage (produtividade: 8000Kg/ha)
Produção: Colheita manual na metade de fevereiro, fermentação alcoólica em contato com as peles a 28°C  durante 4 dias, depois as mesmas são removidas e a fermentação continua até o açúcar terminar. Passa por fermentação malolática (transformação do ácido málico em ácido lático) com amadurecimento de 12 meses sendo em barricas francesas de segundo uso. Por fim, passa mais 3 meses de envelhecimento em adega antes de sua comercialização.

Análise Sensorial:

Visual: cor vermelho rubi com reflexos violáceos Olfativa: frutas escuras (ameixa), bolo de frutas e baunilha.
Gustativa: seco, alta acidez, encorpado,  taninos macios e muito bem estruturados.

Temperatura de Serviço: 16°C

Álcool: 14,11 % vol

Preço na Super Adega: R$ 49,90.

Espero ter podido ajudar Felipão!!! Aproveite!!!

 
1 comentário

Publicado por em 7 de outubro de 2011 em Dicas

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

  •  
    %d blogueiros gostam disto: